CYBER

entre a tradição histórica do ser e a tradição digital

Autores

Palavras-chave:

Arte contemporânea, Dança, Fotografia, Performance

Resumo

No cruzamento entre a tradição histórica do ser e a interação digital, está surgindo um contexto social híbrido, que passa a aceitar as relações virtuais em seus habitus. A tecnociência - informática, robótica, biônica, nanotecnologia e biotecnologia - torna-se preponderante, alterando as dinâmicas relacionais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Maicom Souza e Silva, Universidade de Brasília (UnB)

Mestrando em Metafísica pela UnB. Especialista Latu Sensu em Ensino da Dança e graduado em Filosofia pela Ufes. Produtor e Bailarino do Coletivo Emaranhado, Instrutor de Dança do Museu Capixaba do Negro Verônica Paes. 

Gabriela Moriondo, Universidade Federal do Espírito Santo (UFES)

Graduanda em Artes Visuais pela Universidade Federal do Espírito Santo (UFES).

Referências

DANTO, Arthur C. O descredenciamento filosófico da arte. Belo Horizonte: Autêntica Editora, 2014.

FIRME, Bernardo. CYBER, Vitória-ES 2019. 12 Fotografias. 500 x 500 pixels. Disponível em: https://drive.google.com/drive/folders/1P_T1a4JYAZ7yjusFetRur9OoCnIXHTnR?usp=sharing. Acesso em 01 out. 2020.

HARAWAY, Donna J. Manifesto ciborgue: ciência, tecnologia e feminismo-socialista no final do século XX. In: HARAWAY, Donna J.; KUNZRU, Hari; TADEU, Tomaz. Antropologia do ciborgue: as vertigens do pós-humano. Trad. de Tomaz Tadeu. 2. ed. Belo Horizonte: Autêntica Editora, 2009.

Downloads

Publicado

2021-07-19

Como Citar

Silva, M. S. e, & Moriondo, G. (2021). CYBER: entre a tradição histórica do ser e a tradição digital. Revista Do Colóquio, (20), 187–198. Recuperado de https://portaldepublicacoes.ufes.br/colartes/article/view/32782