Questões na medição de pobreza absoluta: o caso da Grécia

Autores

  • George Labrindis
  • Thanassis Maniatis Department Of Economics, University of Athens.
  • Yiannis C Bassiakos
  • Costas Passas

DOI:

https://doi.org/10.18315/argumentum.v2i2.947

Resumo

Este trabalho tem por objetivo revelar as questões metodológicas referentes à definição e medição da pobreza absoluta. É feita uma revisão da literatura sobre pobreza absoluta e relativa e é desenvolvida uma abordagem de pobreza absoluta baseada nas necessidades e na noção do valor da força de trabalho. O trabalho apresenta os resultados da aplicação desse método na região metropolitana de Atenas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

George Labrindis

Leading Researcher, Observatory of Poverty, Labour Institute of the Greek Confederation of Labour;, Researcher, University of Athens Doctoral program of Philosophy in Economics (UADPhilEcon); Researcher, (Research on Money and Finance) RMF, SOAS, University of London. E-mail: geolabros@gmail.com  

 

Thanassis Maniatis, Department Of Economics, University of Athens.

Researcher, Observatory of Poverty, Labour Institute of the Greek Confederation of Labour
Assistant Professor

Yiannis C Bassiakos

Researcher, Observatory of Poverty, Labour Institute of the Greek Confederation of Labour

Assistant Professor, Department Of Economics, University of Athens. E-mail: ybassiak@econ.uoa.gr <!-

Downloads

Publicado

2011-02-26

Como Citar

Labrindis, G., Maniatis, T., Bassiakos, Y. C., & Passas, C. (2011). Questões na medição de pobreza absoluta: o caso da Grécia. Argumentum, 2(2), 109-131. https://doi.org/10.18315/argumentum.v2i2.947

Edição

Seção

Artigos Temáticos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)