Trabalho como meio de vida ou como primeira necessidade da existência?

Autores

  • Mauro Luis Iasi UFRJ

DOI:

https://doi.org/10.18315/argumentum.v2i2.943

Resumo

 

O texto de Ricardo Antunes dialoga com as categorias marxianas de trabalho concreto e trabalho abstrato na perspectiva de responder a duas questões essenciais no debate contemporâneo sobre o trabalho. Em primeiro lugar, o que marcou este autor pelo pioneirismo e o tornou entre nós uma referência, em resposta à afirmação a respeito do fim da sociedade do trabalho, ou o fim da centralidade do trabalho, tal como expresso nas obras de Arendt, Habermas, Górz e outros; e depois, no debate sobre a possibilidade de emancipação humana ligado à superação da ordem do capital através da livre associação dos produtores e pela recuperação do trabalho autodeterminado superando o estranhamento.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2011-02-25

Como Citar

Iasi, M. L. (2011). Trabalho como meio de vida ou como primeira necessidade da existência?. Argumentum, 2(2), 16-22. https://doi.org/10.18315/argumentum.v2i2.943

Edição

Seção

Debate