Movimentos sociais e coletivos no Brasil contemporâneo: horizontalidade, redes sociais e novas formas de representação política

Autores

  • Mariana Zanata Thibes Universidade de São Paulo, USP / Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, PUC, Brasil
  • Natasha Bachini Pereira Universidade do Estado do Rio de Janeiro, UERJ / Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo, FESPSP, Brasil
  • Rosemary Segurado Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, PUC / Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo, FESPSP, Brasil
  • Tathiana Senne Chicarino Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo, FESPSP, Brasil

DOI:

https://doi.org/10.47456/simbitica.v7i3.33695

Resumo

O artigo apresenta os resultados parciais de uma pesquisa empírica feita com atores coletivos de diversas regiões do Brasil, a partir da análise de entrevistas realizadas nos estados de São Paulo, Bahia, Maranhão, Rio Grande do Sul, Ceará e Mato Grosso do Sul. Foram abordadas questões sobre a estrutura, a organização, a concepção da ação política e coletiva, o papel das lideranças e as formas de comunicação das organizações. Com o objetivo de observar os variados modos contemporâneos de ativismo político e cultural no país, destacamos os sujeitos que emergiram na disputa política recente com foco na crítica à representação, atentando especialmente para um tipo que ainda foi pouco estudado pela literatura: os coletivos.

Palavras-chave: movimentos sociais; coletivos; ativismo político; ativismo cultural; horizontalidade; representação política.

 

Abstract

This paper presents partial results of empirical research realized in different regions of Brazil, conducted to collective actors, from interviews analysis realized in the states of São Paulo, Bahia, Maranhão, Rio Grande do Sul, Ceará e Mato Grosso do Sul. The questions were about the structure of the organization, the conception of political and collective action, the role of leaders, and the form of the organization's communication. Aiming to observe diverse contemporary ways of political and cultural activism in the country, we highlight the personages that emerged from the recent political struggle, focus on the critique to the representation, paying particular attention to the collectives.

Keywords: Social movements; collectives; political activism; cultural activism; horizontalidade; political representation

 

Resumen

El artículo presenta los resultados parciales de una investigación empírica realizada con actores colectivos de diferentes regiones de Brasil, a partir del análisis de entrevistas realizadas en los estados de São Paulo, Bahía, Maranhão, Rio Grande do Sul, Ceará y Mato Grosso do Sul. Se plantean cuestiones sobre la estructura, la organización, la concepción de la acción política y colectiva, el rol de los líderes y las formas de comunicación de las organizaciones. Para observar los diversos modos contemporáneos de activismo político y cultural en el país, destacamos los temas que surgieron en la reciente disputa política con un enfoque en la crítica a la representación, señalando un tipo que aún ha sido poco estudiado por la literatura: los colectivos.

Palabras clave: movimientos sociales; colectivo; activismo político; activismo cultural; horizontalidad; representación política.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Mariana Zanata Thibes, Universidade de São Paulo, USP / Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, PUC, Brasil

Doutora em Sociologia pela USP e pós-doutorado em Ciências Sociais pela UFABC e PUC/SP, sob os auspícios da FAPESP. Pesquisadora do NEAMP (Núcleo de Estudos em Arte, Mídia e Política da PUC/SP) e membro do Privacy Research Group (NYU).

Natasha Bachini Pereira, Universidade do Estado do Rio de Janeiro, UERJ / Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo, FESPSP, Brasil

Doutoranda no Programa de Pós-graduação em Sociologia do Instituto de Estudos Sociais e Políticos da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (IESP-UERJ). Pesquisadora do Núcleo de Estudos de Teoria Social e América Latina (NETSAL) e do NEAMP (PUC/SP). Docente da Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo (FESPSP).

Rosemary Segurado, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, PUC / Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo, FESPSP, Brasil

Doutora em Ciências Sociais pela PUC/SP, pós-doutora em Comunicação e Política pela Universidade Rey Juan Carlos de Madrid. Docente do Programa de Estudos Pós-graduados em Ciências Sociais pela PUCSP e da Escola de Sociologia e Política de São Paulo. Pesquisadora do NEAMP (Núcleo de Estudos em Arte, Mídia e Política da PUC/SP).

Tathiana Senne Chicarino, Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo, FESPSP, Brasil

Doutora em Ciências Sociais pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC/SP). Docente da Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo. Pesquisadora do NEAMP (PUC/SP) e do Grupo de Pesquisa Comunicação e Sociedade do Espetáculo da Casper Líbero.

Downloads

Publicado

2020-12-24

Como Citar

Thibes, M. Z., Pereira, N. B., Segurado, R., & Chicarino, T. S. (2020). Movimentos sociais e coletivos no Brasil contemporâneo: horizontalidade, redes sociais e novas formas de representação política. Simbiótica. Revista Eletrônica, 7(3, jul.-dez.), 49–73. https://doi.org/10.47456/simbitica.v7i3.33695