Os coletivos em cena: experiências práticas e campo de análise

Autores

  • Maria da Glória Gohn Universidade Estadual de Campinas, Brasil
  • Claudio Luis de Camargo Penteado Universidade Federal do ABC, Brasil
  • Marcelo de Souza Marques Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Brasil

DOI:

https://doi.org/10.47456/simbitica.v7i3.33690

Resumo

Visando contribuir com o debate, mas também com a construção de um campo de estudos voltados à análise dos coletivos, em suas múltiplas dimensões, experiências e vivências, é que foi organizado o presente dossiê Os coletivos em cena: experiências práticas e campo de análise. Os trabalhos aqui reunidos voltam-se ao desenvolvimento de novas abordagens e categorias analíticas para: a construção de metodologias voltadas à apreensão do fenômeno, bem como à identificação das inovações (e continuidades) que os coletivos trazem para a ação coletiva, e os limites e potencialidades da ação política desses grupos; a compreensão da relação conflitiva com as institucionalidades; os estudos comparativos entre diferentes modelos de organização e atuação dos coletivos e entre os coletivos e organizações da sociedade civil; e outras formas de apreensão e análise dos coletivos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2020-12-21

Como Citar

Gohn, M. da G., Penteado, C. L. de C., & Marques, M. de S. (2020). Os coletivos em cena: experiências práticas e campo de análise. Simbiótica. Revista Eletrônica, 7(3, jul.-dez.), 01–07. https://doi.org/10.47456/simbitica.v7i3.33690