Aplicabilidade de ferramentas de abordagem familiar: promoção do autocuidado, reinserção social e vivência de luto por paciente idoso

Autores

  • Samuel Trezena Universidade Estadual de Montes Claros (Unimontes) https://orcid.org/0000-0002-4217-1276
  • Ana Catarina Marcena Santos
  • Irenice Juliana Gonçalves Santos
  • Keyla Marinho de Paiva
  • Luis Binício dos Reis
  • Patrícia Helena Costa Mendes

DOI:

https://doi.org/10.21722/rbps.v22i1.30434

Palavras-chave:

Saúde da Família, Relações Familiares, Atenção Primária à Saúde, Equipe Interdisciplinar de Saúde

Resumo

Introdução: Um dos princípios da Atenção Primária à Saúde (APS) é a abordagem do indivíduo dentro do seu contexto familiar. Com isso, a ESF lança mão de ferramentas provenientes de áreas como a sociologia e a psicologia, tais como o genograma, ecomapa, ciclos de vida, F.I.R.O, P.R.A.C.T.I.C.E e a conferência familiar, para intervir em demandas familiares que são direcionadas ao serviço de saúde. Objetivo: Relatar a experiência de uma equipe saúde da família (eSF) com a aplicação de ferramentas de abordagem familiar no cuidado de um indivíduo idoso. Métodos: Trata-se de um trabalho de abordagem descritiva e qualitativa, do tipo relato de experiência, em que as ferramentas de abordagem familiar foram utilizadas como método de diagnóstico e intervenção para avaliação da dinâmica familiar do paciente. Relato de experiência: A.B., 81 anos, polifarmacêutico, procurou a Unidade Básica de Saúde (UBS) com queixa de pressão na cabeça. Depois de escuta por parte dos profissionais, foi percebido que os sintomas se iniciaram após a morte da companheira, há seis anos. Foi decidido utilizar as ferramentas de abordagem familiar para intervenção nos problemas identificados. Logo após análise das ferramentas, foi percebido como ações de intervenção realizar orientações quanto ao autocuidado e principalmente reiterar o sujeito quanto ao convívio social, lidando com as questões do luto e relacionamento familiar com seus filhos. Conclusão: Por meio das ferramentas de abordagem familiar, foram propostas intervenções eficazes para melhora do paciente com a utilização de recursos que incluíam não somente o cuidado clínico- médico, mas também o envolver em espaços e atividades que favoreçam a qualidade de vida.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2020-12-23

Como Citar

Trezena, S., Marcena Santos, A. C., Gonçalves Santos, I. J., Marinho de Paiva, K., Binício dos Reis, L., & Costa Mendes, P. H. (2020). Aplicabilidade de ferramentas de abordagem familiar: promoção do autocuidado, reinserção social e vivência de luto por paciente idoso. Revista Brasileira De Pesquisa Em Saúde/Brazilian Journal of Health Research, 22(1), 98–105. https://doi.org/10.21722/rbps.v22i1.30434

Edição

Seção

Relatos de experiência