O ensino da Arte Contemporânea:

estesia e sensorialidade na Educação Infantil

Autores

  • Maria Luíza Teixeira Ramos Galacha Universidade Federal do Espírito Santo

Palavras-chave:

Sensorialidade, Estesia, Ensino da Arte, Arte Contemporânea, Educação Infantil

Resumo

O presente artigo aborda duas experiências feitas com uma turma de Educação Infantil durante a disciplina de Estágio Curricular Supervisionado do Ensino de Artes Visuais I — Educação Infantil, utilizando como base a exploração sensorial e as possibilidades artísticas contemporâneas. Para tanto, ancora-se nas artistas Yoko Ono, Lygia Clark e no artista Hélio Oiticica. Assim, objetiva questionar o uso de recursos fotocopiados viciados e repetitivos — tão presentes nos centros de Educação Infantil — e ressaltar como o ensino da arte contemporânea com crianças pequenas pode ser revolucionário ao possibilitar a construção de um pensamento estésico e sensorial. Fundamentando-se então, teoricamente, em Canton (2009), Cunha (2019), Amorim e Góes (2019), Góes (2019; 2020), Iavelberg (2008) e Vigotski (2009). E finaliza inferindo sobre a premência de que professoras e professores compreendam que as crianças podem desenvolver seu potencial criativo por meio do corpo, sensorialmente, estesicamente, ao invés de bombardeá-las com ideias impostas pelos adultos ou que produzam algo material ao final de cada atividade de arte.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

CANTON, Katia. Do Moderno ao Contemporâneo. São Paulo: Editora WMF Martins Fontes, 2009.

DA CUNHA, Susana Rangel Vieira. Como vai a arte na educação infantil?. REVISTA APOTHEKE, v. 5, n. 3, 2019.

GÓES, Margarete Sacht; AMORIM, Heitor Andrade. Uma metamorfose na Arte: do figurativo ao contemporâneo. Pró-Discente, v. 2, n. 1, 2019.

GÓES, Margarete Sacht. Rupturas e Resistências Para Um Ensino Contemporâneo Da Arte. VII COLARTES, 2019.

_______. Diálogos entre a BNCC e o ensino da arte contemporânea para as séries iniciais do Ensino Fundamental. In: LOSS, Adriana Salete; SOUZA, Flávia Burdzinski; BITTENCOURT, Zoraia Aguiar. Fundamentos didáticos e pedagógicos para pensar a docência nos anos iniciais do ensino fundamental: diálogos com a BNCC. Rio Grande do Sul: Editora CRV, 2020.

IAVELBERG, Rosa. Interações entre a arte das crianças e a produção de arte adulta. Florianópolis: ANPAP, p. 1425-1436, 2008.

ONO, Yoko. Acorn. Tradução Carolina Caires Coelho, ilustrações da autora. 1ª ed. – São Paulo: Ed. Bateia 2014.

VIGOTSKI, Lev Semenovich. A Imaginação e a Arte na Infância. Lisboa: Relógio D’Agua Editores, 2009.

Downloads

Publicado

2021-12-31