O enquadramento jornalístico da violência contra a mulher: proposta de análise das notícias da Gazeta do ES

Autores

  • Yara Lopes Universidade Federal do Espírito Santo
  • Rafael Bellan Universidade Federal do Espírito Santo

Palavras-chave:

Jornalismo; enquadramento; violência contra a mulher; patriarcado; machismo.

Resumo

O trabalho faz uma breve discussão teórica sobre patriarcado, machismo, violência contra a mulher e seus retratos no jornalismo contemporâneo. Para isso, a proposta é fazer uma análise das matérias de violência contra a mulher veiculadas no jornal A Gazeta do Espírito Santo Online entre março e agosto de 2019, período de seis meses iniciado e terminado em meses com importante significado para essa área, o Dia Internacional da Mulher e criação da Lei Maria da Penha. A proposta da pesquisa em desenvolvimento durante o Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Territorialidades da Universidade Federal do Espírito Santo é questionar se o patriarcado e o machismo estão presentes nos conteúdos veiculados pela mídia, uma vez que o jornalismo moderno se posiciona como imparcial, objetivo e até mesmo interessado em questões
sociais. A ferramenta metodológica pensada para fazer essas análises é o enquadramento noticioso, com inspiração em Entman (1993) e Porto (2002). Autoras que investigam a temática de
gênero, como Saffioti (2015) e Fraser et al (2019) são utilizadas nessa discussão, enquanto o debate sobre o jornalismo e a hegemonia ficam por conta de autores como Genro Filho (1987), Moretzsohn (2002) e Moraes (2010).

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Yara Lopes, Universidade Federal do Espírito Santo

Mestranda do Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Territorialidades (Póscom) – Ufes

Rafael Bellan, Universidade Federal do Espírito Santo

Professor orientador do Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Territorialidades (Póscom) – Ufes

Referências

ARRUZZA, Cinzia; BHATTACHARYA, Tithi; FRASER, Nancy. Feminismo para os 99% um manifesto. São Paulo: Editora Boitempo, 2019.

ENTMAN, M. Robert. Framing Bias: Media in the Distribuition of Power. Journal of Communication 57, 2007.

____ Framing: Toward Clarification of a Fractured Paradigm. Journal of Communication; Autumn 1993.

GENRO FILHO, Adelmo. O Segredo da pirâmide: Para uma teoria marxista do jornalismo. Porto Alegre: Editora tchê!, 1987.

MORAES, Dênis de. Comunicação, Hegemonia e Contra-Hegemonia: a contribuição teórica de Gramsci. Revista Debates, Porto Alegre, v.4, n.1, p. 54-77, jan-jun, 2010

MORETZSOHN, Sylvia. Jornalismo em tempo real: O fetiche da velocidade. Rio de Janeiro: Revan: 2002

PORTO, Mauro. Elementos da Mídia e Política. ANPOCS, Caxambu/MG, 2002

SAFFIOTI, Heleieth. Gênero, patriarcado, violência. Expressão Popular, São Paulo, 2015

Downloads

Publicado

2020-06-01