Discursos nas redes X Silenciamento: mulheres negras no território político capixaba sobre o caso Marielle Franco

Autores

  • Sthefany Duhz Cavaca Universidade Federal do Espírito Santo
  • Gabriela Santos Alves Universidade Federal do Espírito Santo

Palavras-chave:

Mulheres negras, Política brasileira, Análise Crítica do Discurso, Redes midiáticas, Marielle Franco

Resumo

Após 19 meses do crime político que levou a morte de Marielle Franco e o seu motorista Anderson Gomes, o caso não foi solucionado. Estão sendo investigados dois suspeitos, um dos disparos e o outro que dirigia o carro, entretanto ainda sem respostas sobre o motivo e que levem ao mandante deste crime. Entendendo a repercussão e relevância deste caso não só para a sociedade brasileira, mas em âmbito mundial, a proposta deste artigo é refletir sobre o silenciamento e a produção de esquecimento, a partir da análise crítica do discurso produzido pelas mulheres negras capixabas eleitas até 2018 em suas redes midiáticas (Facebook, Instagram, site pessoal e site do partido), no período de 14 de março a 14 de abril de 2018, data que corresponde a um mês após o crime de Marielle. Dentre as 78 mulheres negras eleitas no estado do Espírito Santo, apenas uma se manisfestou em relação ao caso.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Sthefany Duhz Cavaca, Universidade Federal do Espírito Santo

Estudante do curso de graduação em Comunicação Social, com habilitação em Jornalismo – Ufes

Gabriela Santos Alves, Universidade Federal do Espírito Santo

Professora orientadora do curso de graduação em Comunicação Social, com habilitação em Jornalismo – Ufes

Referências

DAVIS, Angela. Mulheres, raça e classe. 1 ed. São Paulo: Boitempo, 2016.

GABRIELLI, Cassiana P. (2008). Análise crítica do discurso e teoria feminista – Diálogos frutíferos. {online}. Disponível em: <http://www.uesc.br/seminariomulher/anais/PDF/CASSIANA%20PANISSA%20GABRIELLI.pdf >. Acesso em 03 nov 2019.

GÊNERO E NÚMERO. Mulheres pretas, como Marielle, são menos de 1% nas câmaras de vereadores do brasil. Disponível em:

<http://www.generonumero.media/mulheres-pretas-como-marielle-sao-menos-de-1-nas-camaras-de-vereadores-do-bras/>. Acesso em 02 nov 2019.

POLITIZE. Mulheres negras em cargos de poder no Brasil. Disponível em:<https://www.politize.com.br/mulheres-negras-em-cargos-de-poder-no-brasil/>. Acesso em: 11 nov 2019.

SPIVAK, Gayatri Chakravorty. Pode o subalterno falar? Minas Gerais: UFMG, 2014. 174 p.

Downloads

Publicado

2020-06-01