A objetividade na visão dos professores de jornalismo

Autores

  • Tayná Antunes de Rezende Universidade Federal do Espírito Santo
  • Rafael da Silva Paes Henriques Universidade Federal do Espírito Santo

Palavras-chave:

Teoria do Jornalismo; Objetividade; Conceito de objetividade; Objetividade Jornalística.

Resumo

Essa pesquisa consiste no estudo detalhado do conceito de objetividade jornalística e a comparação das diversas teorias acerca da objetividade com a visão que os professores de jornalismo têm sobre o termo. O objetivo é compreender a diferença de entendimento filosófico entre os atores do campo jornalístico na teoria e a prática jornalística em si, seja em suas rotinas, aulas ou procedimentos. Isso será feito através de uma pesquisa bibliográfica apurada sobre como a concepção é tratada de forma ontológica, epistemológica e metodológica. Após isso, será feito um questionário online com os professores para revelar como é a visão de cada um sobre o conceito, através de perguntas conceituais e também sobre o campo prático do jornalismo, pontuando visões e opiniões. Uma das explicações para a importância dessa pesquisa é a percepção de que a objetividade é vista por muitos como óbvia, ou é refutada e classificada como uma maneira ingênua de se entender a atividade de mediação, mas mesmo assim não é desvinculada ao fazer jornalístico, principalmente em grandes jornais e revistas. Como o conceito recebe, sistematicamente, várias interpretações, ele se mistura a outros como “imparcialidade”, “verdade” e “revelação da realidade”. É necessário, portanto, entender o motivo dessa confusão de termos, e o porquê de mesmo com tantas
críticas, ele ainda se sustenta e é forte na visão da sociedade e no próprio jornalismo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Tayná Antunes de Rezende , Universidade Federal do Espírito Santo

Estudante do curso de graduação em Comunicação Social, com habilitação em Jornalismo - Ufes

Rafael da Silva Paes Henriques, Universidade Federal do Espírito Santo

Professor orientador do Programa de Graduação em Comunicação Social – Ufes

Referências

AMARAL, Luiz. ​A objetividade jornalística.​ Porto Alegre: Sagra-Luzzatto, 1996.

GAUTHIER, Gilles. ​A verdade: visada obrigatória ao jornalismo. In: Estudos em jornalismo e mídia. v.12 nº2, julho a dezembro, 2015. p. 204-215.

GOMES, Wilson. Jornalismo, fatos e interesses: ensaios de teoria do jornalismo. Florianópolis: Insular, 2009.

GUERRA, Josenildo. O percurso interpretativo na produção da notícia.Aracaju:Editora da UFS, 2009.

HENRIQUES, Rafael Paes. ​O conceito de objetividade segundo os jornalistas de Vitória-ES. SBPJor – Associação Brasileira de Pesquisadores em Jornalismo, Vitória, 2019. 17º Encontro Nacional de Pesquisadores em Jornalismo Universidade Federal de Goiás (UFG) – Goiânia (GO) – Novembro de 2019.

SPONHOLZ, Liriam. ​Jornalismo, conhecimento e objetividade​: ensaios de teoria do jornalismo. Florianópolis: Insular, 2009.

TAMBOSI, Orlando. ​Elementos para uma epistemologia do jornalismo. In: Intercom. Revista Brasileira de Ciências da Comunicação. São Paulo, v. 26, n. 2, p40-52, jul/dez 2003.

Downloads

Publicado

2020-06-01