A geopolítica mundial nos discursos midiáticos e no ensino de Geografia

Autores

  • Francisco Fernandes Ladeira Instituto Federal do Espírito Santo

Palavras-chave:

Geopolítica.Mídia. Geografia. Ensino. Discurso.

Resumo

Compreender a linguagem midiática é uma questão importante para a Geografia Escolar. Conceitos estruturadores do pensamento geográfico – como território, paisagem e espaço – estão constantemente presentes no vocabulário utilizado pelos noticiários internacionais. Para facilitar a compreensão do público sobre temáticas geopolíticas, os meios de comunicação de massa utilizam linguagens baseadas em estereótipos, maniqueísmos, clichês, truísmos e tipificações. Este tipo de abordagem dos fatos empobrece as análises sobre as relações internacionais. Não obstante, a influência do discurso midiático no ensino de Geografia é pouco mencionada em trabalhos acadêmicos de maneira geral. Após análise de diversas matrizes curriculares, é possível constatar que o uso pedagógico de diferentes mídias é uma questão negligenciada na maioria dos cursos de licenciatura em Geografia, fator que dificulta a formação de profissionais que estejam preparados para incorporar o material midiático de maneira satisfatória em sala de aula. Nesse sentido, este trabalho apresenta os resultados de uma reflexão teórica e pesquisa em campo que buscou compreender como professores e alunos decodificam os discursos geopolíticos da mídia. Constatou-se que a mídia ainda é o principal fator que condiciona os imaginários geopolíticos dos discentes. Por outro lado, grande parte dos educadores ainda concebe o material midiático apenas como mais um recurso didático e não como objeto de estudo a ser sistematizado em sala de aula.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Francisco Fernandes Ladeira , Instituto Federal do Espírito Santo

Professor de Geografia do PROEJA do IFES. Articulista do Observatório da Imprensa.

Referências

LEÃO, Vicente de Paula; CARVALHO LEÃO, Inêz Aparecida de. Ensino de Geografia e Mídia: linguagens e práticas pedagógicas. Belo Horizonte: Argvmentvm, 2008.

SILVA, Calos Eduardo Lins da. Muito além do Jardim Botânico: um estudo sobre a audiência do Jornal Nacional da Globo entre trabalhadores. São Paulo: Summus Editorial, 1985.

STEINBERGER, Margareth Born. Discursos geopolíticos da mídia – jornalismo e imaginário internacional na América Latina. São Paulo: FAPESP, EDUC, CORTEZ, 2005.

THUSSU, Daya Kishan. International communication: continuity and chance. London: A Holder Arnold Publication, 2006.

Downloads

Publicado

2020-06-16