Projeto Brincar é o Melhor Remédio: Relações Pedagógicas Centradas nas Produções Culturais das Crianças

Autores

  • André da Silva Mello Universidade Federal do Espírito Santo
  • Emmily Rodrigues Galvão Universidade Federal do Espírito Santo
  • Luísa Helmer Trindade Universidade Federal do Espírito Santo
  • Rodrigo Lema Del Rio Martins Universidade Federal do Espírito Santo
  • Raquel Firmino Magalhães Barbosa Colégio Pedro II/RJ
  • Giuliano Gomes de Assis Pimentel Universidade Estadual de Maringá

DOI:

https://doi.org/10.30712/guara.v1i12.21144

Resumo

O artigo tem como objetivo discutir possibilidades pedagógicas que reconheçam e valorizem a autonomia e autoria das crianças em tratamento oncológico com os jogos e as brincadeiras ofertadas por um projeto no campo da animação cultural. Para tanto, focaliza as atividades do projeto Brincar é o Melhor Remédio, desenvolvido por meio da parceria entre o Núcleo de Aprendizagens com as Infâncias e seus Fazeres (Naif), do Centro de Educação Física e Desportos da Universidade Federal do Espírito Santo e a Associação Capixaba Contra o Câncer Infantil (Acacci). Trata-se de uma pesquisa-ação colaborativa, que utiliza o diário de campo e registros fotográficos como fontes. Os sujeitos da pesquisa são 30 crianças, as duas professoras e o coordenador participantes do Projeto. As análises empreendidas, em diálogo com a Sociologia da Infância e com os Estudos do Cotidiano, indicam que a entrada reativa, combinada com processos pedagógicos centrados na interação e na mediação, favoreceram a autonomia e a autoria das crianças em suas relações com as brincadeiras e jogos ofertados pelo Projeto.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

André da Silva Mello, Universidade Federal do Espírito Santo

Departamento de Ginástica

Centro de Educação Física e Desportos

Emmily Rodrigues Galvão, Universidade Federal do Espírito Santo

Mestranda do Programa de Pós-Graduação em Educação Física da UFES

Luísa Helmer Trindade, Universidade Federal do Espírito Santo

Graduanda em Educação Física pelo Centro de Educação Física e Desportos da UFES

Rodrigo Lema Del Rio Martins, Universidade Federal do Espírito Santo

Doutorando do Programa de Pós-Graduação em Educação Física da UFES

Raquel Firmino Magalhães Barbosa, Colégio Pedro II/RJ

Doutora pelo Programa de Pós-Graduação em Educação Física da UFES

Giuliano Gomes de Assis Pimentel, Universidade Estadual de Maringá

Professor do Programa Associado de Pós-Graduação em Educação Física da UEM/UEL

Downloads

Publicado

2019-12-31

Edição

Seção

Artigos