DIVERSIDADE GERACIONAL NA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS – IMPLICAÇÕES PARA A PRÁTICA PEDAGÓGICA

Autores

  • Maria Margarida Machado UFG
  • Maria Emília de Castro Rodrigues UFG

DOI:

https://doi.org/10.22535/cpe.v0i0.7455

Resumo

O artigo resulta de pesquisas desenvolvidas a partir do acompanhamento da expansão da experiência da integração curricular entre Educação de Jovens e Adultos e Educação Profissional, denominada Proeja-FIC, que vem ocorrendo na rede municipal de Goiânia-GO. Os dados apresentam a caracterização de alunos e alunas que frequentam o ensino fundamental noturno na experiência do Proeja-FIC em dez escolas, problematizando, a partir mais especificamente das questões geracionais, os desafios da prática pedagógica nestas escolas. Os resultados preliminares indicam a presença de uma maioria de adolescentes e jovens na faixa etária de 15 a 29 anos nos cursos, o que desafia a convivência e permanência dos adultos e idosos, ao mesmo tempo em que exige dos profissionais da educação a construção de estratégias diferenciadas do ponto de vista pedagógico.

Palavras-chave: Juventude, educação de jovens e adultos, educação profissional.

 

 

ABSTRACT

This article is the result of researches developed by monitoring the expansion of the experience of curricular integration between Adult and Youth Education and Professional Education, the so called Proeja-FIC, occurring in the municipal education system in Goiânia-GO. The data presents a characterization of the students who attend elementary school in the evening classes that belong to the experience of Proeja-FIC in ten schools. It problematizes, based on generational issues, the challenges of pedagogical practices in these schools. The preliminary results indicate the presence of a majority of adolescents and young people in the age range of 15 to 29 in the courses, which defies the existence and permanence of adults and the elderly, at the same time that demands from education professionals  differentiated strategies, from an educational point of view.

Key words: Youth. Adult and Youth Education. Professional Education.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Maria Margarida Machado, UFG

 

 

Referências

(RESUMO)
ABREU, A. J. A. Pesquisa Observatório da Educação: Análise do perfil dos alunos da EAJA da EMPNS. Goiânia, GO, 2013. (Rel. Pesquisa).

ANDRADE, E. R. Os jovens da EJA e a EJA dos jovens. In: OLIVEIRA, I. B.; PAIVA, J. Educação de jovens e adultos. Rio de Janeiro: DP&A, 2004, p. 43-54.

AVELAR, G. M. M. F. Retrospecto da trajetória desenvolvida no Projeto Desafios da Educação de Jovens Adultos integrada à Educação Profissional: identidades dos sujeitos, currículo integrado, mundo do trabalho e ambientes/mídias virtuais - Professores da Educação Básica da Rede Municipal de Educação de Goiânia - 1º semestre / 2013. Goiânia, GO, 2013. (Rel. de Pesquisa).

BARRETO, V. (coord.). Alunas e Alunos da EJA. Brasília, DF: MEC, 2006. (Coleção: Trabalhando com a educação de Jovens e Adultos). Disponível em: http:// forumeja.org.br/fileseja_caderno1_0.pdf. Acesso em: 10 out. 2013.

BARRETO, J. C.; BARRETO, V. Um sonho que não serve ao sonhador. In: Construção coletiva: contribuições à educação de jovens e adultos. Brasília: Unesco, MEC, RAAAB, 2005. Disponível em: http://unesdoc.unesco.org/images/0014/001432/ 143238 por.pdf. Acesso em: 10 out. 2013.

COSTA, C, B. O trabalhador-aluno da EAJA: desafios no processo ensino-aprendizagem. Mestrado em Educação. Pontifícia Universidade Católica de Goiás. Goiânia, 2008.

Downloads

Publicado

2013-06-30

Edição

Seção

Artigos