Laços de sangue, posicionamentos opostos: considerações sobre as trajetórias dos irmãos Heráclito e Odon Cavalcanti Carneiro Monteiro (Paraíba e Rio Grande do Sul, primeiras décadas do século XX)

Autores

  • Rodrigo Luis dos Santos Universidade do Vale do Rio dos Sinos - UNISINOS

Resumo

Nosso objetivo neste artigo é, através das trajetórias de Heráclito e Odon Cavalcanti Carneiro Monteiro, irmãos que atuaram politicamente nos estados da Paraíba e Rio Grande do Sul, respectivamente, compreender o processo de inserção e articulação social e política no Brasil da Primeira República (1889-1930) e da Era Vargas (1930-1945). A utilização crítica do recurso biográfico, nos últimos anos, tem se constituído um importante e frutífero modo de se analisar determinados aspectos de uma sociedade, acompanhando a trajetória dos sujeitos escolhidos e suas relações com o meio no qual estavam vinculados. Deste modo, acreditamos que este trabalho tem uma dupla contribuição: colaborar para a demonstração do uso historiográfico da biografia e lançar luzes sobre o fazer política no Brasil das primeiras décadas do século XX.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rodrigo Luis dos Santos, Universidade do Vale do Rio dos Sinos - UNISINOS

DDoutorando em História (bolsista PROSUC/CAPES) pela Universidade do Vale do Rio dos Sinos (UNISINOS). Possui mestrado em História (bolsista FAPERGS/CAPES) (2016) e graduação em Licenciatura Plena em História (2013) pela Universidade do Vale do Rio dos Sinos (UNISINOS). Foi docente dos Cursos de Graduação em Licenciatura em História, Geografia e Pedagogia do Instituto Superior de Educação Ivoti (ISEI), além de ser membro da Equipe Editorial da Revista Acadêmica Licencia&acturas (2016-2018). É membro e atual presidente (Gestões 2016-2017 e 2018-2019) da Associação Nacional de Pesquisadores da História das Comunidades Teuto-Brasileiras (ANPHCTB) e sócio da Associação Nacional de História - Seção Rio Grande do Sul (ANPUH-RS), onde integra o Conselho Fiscal (Gestão 2018-2020) e atua como vice-coordenador do Grupo de Trabalho (GT) Estudos Étnicos e Migrações (Coordenação 2017-2018). É membro da Equipe Editorial da Revista Sillogés, vinculada ao GT Acervos: História, Memória e Patrimônio da ANPUH-RS, assim como da Revista Latino-Americana de História, periódico discente do Programa de Pós-graduação em História da UNISINOS. Associado e membro da Diretoria (Tesoureiro/Gestão 2018-2020) do Instituto Histórico de São Leopoldo (IHSL). Foi integrante do Fórum Setorial de Patrimônio Histórico e Cultural de Campo Bom e conselheiro titular no Conselho Municipal de Patrimônio Histórico e Cultural (2016-2018). Atuou como historiador voluntário e coordenador de estágios (2013-2016) do Museu Histórico Visconde de São Leopoldo. Tem experiência como professor de Ensino Fundamental e Médio. Integrante, na qualidade de pesquisador, do grupo de pesquisa (CNPq) Núcleo de Estudos de História da Imigração (NEHI), na linha de pesquisa Espaço, Economia e Sociedade, vinculado ao Programa de Pós-Graduação em História (PPGH) da Universidade de Passo Fundo (UPF).Tem interesse e atua nos seguintes temas: imigração e sua contextualização social e política; Brasil e Rio Grande do Sul republicano (Primeira República e Período Vargas); Estado Novo, nacionalismo e ações de nacionalização; patrimônio, museus e acervos documentais e históricos; história da educação; ensino de História e uso de fontes audiovisuais e impressas em sala de aula.

Downloads

Publicado

2020-07-15

Edição

Seção

Artigos