Desenvolvimento social e econômico integrado na África do Sul: uma perspectiva do bem estar social

Autores

  • Antoinette Lombard University of Pretoria, South Africa.

DOI:

https://doi.org/10.18315/argumentum.v3i2.2208

Resumo

Desde o surgimento da democracia em 1994, a África do Sul tem progredido de maneira significativa na ruptura com o colonialismo, o apartheid e a desigualdade. Diante dos contínuos altos níveis de pobreza e desemprego, e baixos níveis de educação, muitos sulafricanos permanecem excluídos social e economicamente. Em sua luta para ser um Estado desenvolvimentista, a África do Sul deveria encontrar um equilíbrio em sua política macroeconômica entre o crescimento econômico e a promoção do desenvolvimento centrado no ser
humano. A adoção do Livro Branco para o Sistema Social em 1997 demandou o papel do setor de Assistência Social no desenvolvimento social. Essa adoção preparou o caminho para
a assistência social utilizar estratégias de intervenção de investimento social para realizar a mudança social através do desenvolvimento integrado social e econômico. Concluiu-se que a investigação com base na eficácia das intervenções de investimento social é vital para que oserviço social obtenha reconhecimento como um parceiro social em desenvolvimento.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Antoinette Lombard, University of Pretoria, South Africa.

Professor in Social Work and Head: Department of Social Work and Criminology, University of Pretoria, South Africa.

Downloads

Publicado

2012-02-29

Como Citar

Lombard, A. (2012). Desenvolvimento social e econômico integrado na África do Sul: uma perspectiva do bem estar social. Argumentum, 3(2), 248-266. https://doi.org/10.18315/argumentum.v3i2.2208

Edição

Seção

Artigos Temáticos