A política de educação superior e a formação Profissional em Serviço Social: reflexões para o debate

Autores

  • Alzira Maria Baptista Lewgoy Universidade Federal do Rio Grande do Sul

DOI:

https://doi.org/10.18315/argumentum.v3i2.1613

Resumo

Objetiva-se neste artigo refletir sobre os impactos da contrarreforma do Estado na Política de Educação Superior, na formação profissional e no estágio supervisionado em Serviço Social. Para tanto, contextualiza-se a Política de Educação Superior e a conformação atual do Ensino Superior no Brasil, as Diretrizes Curriculares (1996) e o estágio supervisionado, apresentando as polêmicas, os limites, as possibilidades e as demandas na consolidação do projeto profissional. Conclui-se que o estágio supervisionado, como parte da totalidade que é a formação em Serviço Social, precisa ser fortalecido na perspectiva da defesa dos princípios e da direção social do projeto ético-político, indicadores de percursos para um exercício profissional mais competente e consequente.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2012-02-29

Como Citar

Lewgoy, A. M. B. (2012). A política de educação superior e a formação Profissional em Serviço Social: reflexões para o debate. Argumentum, 3(2), 284-299. https://doi.org/10.18315/argumentum.v3i2.1613

Edição

Seção

Artigos Temáticos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)