Fundamentação teórica e experiência da “pobreza” institucional

Autores

  • Wen Tiejun
  • Dong XIAODAN
  • Yang Dianchuang

DOI:

https://doi.org/10.18315/argumentum.v3i1.1435

Resumo

Simultaneamente adotando e descartando teorias do desenvolvimento com elementos eurocentristas, este trabalho tenta inovar a teoria da pobreza da economia institucional propondo a hipótese da assimetria de custos e benefícios na estrutura institucional. Revisa e analisa um entendimento histórico comum: que a transferência de custos é a causa intrínseca da pobreza dos países subdesenvolvidos durante diferentes estágios do desenvolvimento do capitalismo. Este texto é parte de uma reflexão maior. Em outro artigo, analisamos a experiência e o mecanismo intrínseco através do qual a China evita “[…] a armadilha do desenvolvimento […]” que aprisiona países em desenvolvimento de um modo geral.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2011-09-01

Como Citar

Tiejun, W., XIAODAN, D., & Dianchuang, Y. (2011). Fundamentação teórica e experiência da “pobreza” institucional. Argumentum, 3(1), 82-107. https://doi.org/10.18315/argumentum.v3i1.1435

Edição

Seção

Artigos Temáticos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)