O financiamento do combate a pobreza no Brasil na era Lula

Autores

  • Ana Paula Ornellas Mauriel Universidade Federal Fluminense - Rio de Janeiro (RJ)

DOI:

https://doi.org/10.18315/argumentum.v3i2.1382

Resumo

O presente texto visa apresentar a pesquisa sobre as principais tendências de financiamento das políticas sociais no Brasil no governo Lula, com objetivo de demonstrar que a centralidade no combate à pobreza conduziu a uma mudança de prioridades na alocação dos recursos da Seguridade Social brasileira. Parte-se da hipótese de que a ampliação do número de atendimentos dos programas de combate à pobreza não significa necessariamente mais investimentos na área social, pois o perfil das políticas sociais centradas no alívio da pobreza contribuiu para um redirecionamento do gasto social para o setor privado (lucrativo e não lucrativo), mas sob novas formas de organização e gerenciamento do gasto público orientadas por organismos econômicos internacionais

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ana Paula Ornellas Mauriel, Universidade Federal Fluminense - Rio de Janeiro (RJ)

Possui graduação em Serviço Social pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1993), mestrado em Serviço Social pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2000) e doutorado em Ciências Sociais pela Universidade Estadual de Campinas (2008). Atualmente é Professora Adjunta I da Escola de Serviço Social da  Universidade Federal  Fluminense.

 

Downloads

Publicado

2012-02-29

Como Citar

Mauriel, A. P. O. (2012). O financiamento do combate a pobreza no Brasil na era Lula. Argumentum, 3(2), 267-283. https://doi.org/10.18315/argumentum.v3i2.1382

Edição

Seção

Artigos Temáticos