Contradições acerca da redução da desigualdade social no Brasil

Autores

  • Marcos Antonio tavares Soares UESB/Unicamp
  • Andréa Braz da Costa UESB/Unicamp

DOI:

https://doi.org/10.18315/argumentum.v3i1.1177

Resumo

O presente artigo analisa a questão da redução da desigualdade no Brasil no período que vai de 1990 até 2007. O objetivo é contribuir para compreensão do paradoxo acerca da redução da desigualdade num contexto de precarização do trabalho ao mesmo tempo em que as análises de organismos nacionais e internacionais como também de acadêmicos do mainstream afirmam que no país ocorreu redução da desigualdade de renda. Para tanto foi realizada uma análise dos dados sobre distribuição da renda do trabalho (PNAD/ IBGE) e da distribuição funcional da renda (IPEA). O resultado da investigação revelou que entre os anos de 1990 a 2003, ocorreu uma maior concentração de renda a favor do capital. Com relação à distribuição da renda do trabalho, observou-se a redução da distância entre os estratos sociais, com expansão dos estratos sociais de renda mais baixa. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Marcos Antonio tavares Soares, UESB/Unicamp

Doutorando em Desenvolvimento Econômico no INst. de Economia da Unicamp

Prof. do curso de Ciências Econômicas, Área de economia Política.

Bolsista da FAPESB

Andréa Braz da Costa, UESB/Unicamp

Profa. de Economia na UESB

Doutoranda em Ciências Sociais no IFCH/Unicamp ]

Bolsista da FAPESB

Downloads

Publicado

2011-09-01

Como Citar

Soares, M. A. tavares, & da Costa, A. B. (2011). Contradições acerca da redução da desigualdade social no Brasil. Argumentum, 3(1), 157-170. https://doi.org/10.18315/argumentum.v3i1.1177

Edição

Seção

Artigos Temáticos