TRABALHO NA CONTEMPORANEIDADE: UMA REFLEXÃO SOBRE O PRODUTIVISMO ACADÊMICO

Autores

  • Maria Augusta Tavares Universidade Federal da Paraíba

DOI:

https://doi.org/10.18315/argumentum.v3i1.1175

Resumo

O artigo analisa a precarização do trabalho docente, demonstrando que a chave heurística para a apreensão desse fenômeno contemporâneo reside no pensamento liberal, agora sob o invólucro do neoliberalismo. Critica-se a ideia de "capitalismo acadêmico", em cuja perspectiva "o reconhecimento do professor é mensurado pela sua capacidade empreendedora", e questionam-se os professores por se fecharem no corporativismo, não se dando conta de que tal comportamento, alem de mascarar a raiz do problema, contribui para o fortalecimento do individualismo burguês.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Maria Augusta Tavares, Universidade Federal da Paraíba

Professora Doutora em Serviço Social pela UFRJ

Downloads

Publicado

2011-09-01

Como Citar

Tavares, M. A. (2011). TRABALHO NA CONTEMPORANEIDADE: UMA REFLEXÃO SOBRE O PRODUTIVISMO ACADÊMICO. Argumentum, 3(1), 238-250. https://doi.org/10.18315/argumentum.v3i1.1175

Edição

Seção

Ensaio