Os impactos das reformas educacionais brasileiras no trabalho docente das Instituições Federais de Ensino Superior (IFES) em Minas Gerais

Noádia Munhoz Pereira, Fabiane Santana Previtali

Resumo


Resumo: A pesquisa analisa a importância do dimensionamento político que é dado ao trabalho docente, visto que a instituição universitária está vinculada à formação de profissionais de qualidade social referenciada. Sendo assim, cumpre entender a real intenção da reestruturação do capital no contexto de sua função mercadológica definida pelas relações de trabalho na modernidade que no intento de responder aos interesses do sistema produtivo desenvolve uma nova configuração do trabalho docente no ensino superior. Também busca apreender as transformações das políticas educacionais como um dos componentes do trabalho docente, assumindo uma posição clara de interrogação, abertura, dúvida, diálogo e aperfeiçoamento. Nesse sentido, tem como objetivo traduzir a reforma da educação superior na busca de um modelo de gestão do trabalho docente; analisar os impactos das diretrizes legais e suas influências no direcionamento das inovações para o trabalho docente; e, por fim, identificar a redefinição do conceito de reestruturação produtiva, ou seja, como o trabalho é entendido e como o trabalhador entende a qualificação para o seu trabalho.

Palavras-chave: Políticas Educacionais; Trabalho Docente; IFES; Minas Gerais.

 

Resumen: La investigación analiza la importancia del dimensionamiento político que se da al trabajo docente, ya que la institución universitaria está vinculada a la formación de profesionales de calidad social referenciada. Siendo así, debe entenderse la real intención de la reestructuración del capital en el contexto de su función mercadológica definida por las relaciones de trabajo en la modernidad que en el intento de responder a los intereses del sistema productivo desarrolla una nueva configuración del trabajo docente en la enseñanza superior. También busca aprehender las transformaciones de las políticas educativas como uno de los componentes del trabajo docente, asumiendo una posición clara de interrogación, apertura, duda, diálogo y perfeccionamiento. En este sentido, tiene como objetivo traducir la reforma de la educación superior en la búsqueda de un modelo de gestión del trabajo docente; analizar los impactos de las directrices legales y sus influencias en el direccionamiento de las innovaciones para el trabajo docente; y, por último, identificar la redefinición del concepto de reestructuración productiva, es decir, cómo se entiende el trabajo y cómo el trabajador entiende la cualificación para su trabajo.

Palabras claves: Políticas Educativas; Trabajo Docente; IFES; Minas Gerais.

 

Abstract: The research analyzes the importance of the political dimension that is given to the teaching work, since the university institution is linked to the formation of professionals of social quality referenced. Thus, it is necessary to understand the real intention of the restructuring of capital in the context of its market function defined by the labor relations in modernity that in the attempt to respond to the interests of the productive system develops a new configuration of teaching work in higher education. It also seeks to capture the transformations of educational policies as one of the components of teaching work, assuming a clear position of questioning, openness, doubt, dialogue and improvement. In this sense, it aims to translate the reform of higher education in the search for a model of management of teaching work; analyze the impacts of legal guidelines and their influence on the direction of innovations for teaching work; and, finally, to identify the redefinition of the concept of productive restructuring, that is, how the work is understood and how the worker understands the qualification for his work.

Keywords: Educational Policies; Teaching Work; IFES; Minas Gerais.


Texto completo:

PDF

Referências


ABICALIL, Carlos A.; CURY, Carlos R. J.; DOURADO, Luiz F.; PORTELA, Romualdo; NOGUEIRA, Flávia (2015). “O sistema nacional de educação”. Revista Brasileira de Política e Administração da Educação (RBPAE). Associação Nacional de Política e Administração da Educação. Goiânia: ANPAE, v. 31, n. 2, mai./ago.

ALBORNOZ, Suzana (2008). O que é trabalho? São Paulo: Brasiliense. (Coleção Primeiros Passos).

ALVES, Giovani (2010). O novo (e precário) mundo do trabalho: reestruturação produtiva e crise do sindicalismo. 3.ed. São Paulo: Boitempo.

ANTUNES, Ricardo (2016). “O regime da burla ou o futuro das relações de trabalho no Brasil”. Entrevista concedida a Liliane Machado. Revista Universidade e Sociedade. ANDES, n. 57, Jan., pp. 152-163.

ANDES (2016). InformANDES. Sindicato Nacional dos docentes das instituições de ensino superior-ANDES-SN. Brasília (DF). CSP-Conlutas, n. 57, abril.

ANTUNES, Ricardo (2002). Adeus ao trabalho: ensaio sobre as metamorfoses e a centralidade do mundo do trabalho. 8.ed. São Paulo: Cortez; Campinas, SP: Editora da Universidade Estadual de Campinas.

ANTUNES, Ricardo (2009). Os sentidos do trabalho: ensaio sobre a afirmação e a negação do trabalho. São Paulo: Boitempo. (Coleção Mundo do Trabalho).

BRANDÃO, Carlos da Fonseca (2007). LDB passo a passo: Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (Lei nº 9.9394/96), comentada e interpretada, artigo por artigo. 3.ed. Atualizada. São Paulo: Editora Avercamp.

CUNHA, Luiz A. (2007). A universidade reformanda: o golpe de 1964 e a modernização do ensino superior. 2.ed. São Paulo: Editora UNESP.

DAL ROSSO, Sadi (2008). Mais trabalho! A intensificação do labor na sociedade contemporânea. São Paulo: Boitempo.

LITTO, Frederic M. (2010). Aprendizagem à distância. São Paulo: Imprensa Oficial do Estado de São Paulo.

PRESTES, Zoia & TUNES, Elizabeth; NASCIMENTO, Ruben (2013). “Lev. Seminovitch Vigotski: um estudo da vida e da obra do criador da psicologia histórico-cultural”. In: LONGAREZI, Andréa M. & PUENTES, Roberto V. (Orgs). Ensino desenvolvimental: vida pensamento e obra dos principais representantes russos. Uberlândia: EDUFU. (Coleção biblioteca psicopedagógica e didática. v. 1).

MARX, Karl & ENGELS, Friedrich (2009). Manifesto do Partido Comunista. Texto Integral. Tradução Antônio Carlos Braga. Editora Escala. (Coleção Grandes Obras do Pensamento Universal).

REIS, Luis F. (2016). “Divida publica e política economia: o financiamento das universidades federais nos governos Lula e Dilma (2003-2014)”. Revista Universidade e Sociedade: as lutas sociais ante a agenda do capital. ANDIFES, Brasília/DF, n. 57, jan. pp. 16-35.

SANTOS, Cleusa (2016). “Uma nova onda neoliberal varre os direitos sociais: notas de leitura sobre o debate atual da terceirização”. Revista Universidade e Sociedade: as lutas sociais ante a agenda do capital. ANDIFES, Brasília/DF, n. 57, jan. pp. 6-15.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Translate
 
 
______________ 

ISSN: 2316-1620

______________

QUALIS:

Interdisciplinar B2

Administração B3

História B3

Sociologia B4

Antropologia B4

Ciência Política B5

____________________________________________________________________________________________________

INDEXADORES e DIRETÓRIOS

                                                                                                                                                               

____________________________________________________________________________________________________

NAS REDES SOCIAIS:
 
       

____________________________________________________________________________________________________

ciências humanas e sociais