AS VARIEDADES LINGUÍSTICAS HISPANO-AMERICANAS NO LIVRO DIDÁTICO FORMACIÓN EN ESPAÑOL: LENGUA Y CULTURA

Valdecy Oliveira Pontes, Juliana Liberato Nobre

Resumo


 Nesta pesquisa, trataremos das variedades linguísticas, em específico, hispano-americanas no livro didático de língua espanhola Formación en Español: Lengua y Cultura, selecionado pelo PNLD 2014. Assumimos os pressupostos teóricos dos estudos sobre variação linguística e ensino dos seguintes autores: Labov (1978 e 2003), Moreno Fernández (2010), Coan e Pontes (2013), Pontes (2014), Kraviski (2007), Rodrigues (2005), Santos (2002, 2007) e Bugel (1999). No tocante aos resultados obtidos, pudemos verificar que o livro de espanhol procura, mesmo que de forma limitada e incipiente, conscientizar o aluno da ocorrência da variação nos níveis lexical e fonético-fonológico, apesar de predominar uma abordagem estruturalista, na maioria dos conteúdos trabalhados e, também, considerar as variedades hispano-americanas homogêneas, apresentando-as em um único bloco “espanhol da América”. 


Texto completo:

PDF/A

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

Revista (Con) Textos Linguísticos


Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License.