A constante busca por uma conceituação de organizações criminosas e crime organizado

Fernanda Ferreira Braga de Souza, José Augusto Píccoli de Almeida

Resumo


Este artigo traz um breve enfoque sobre a tentativa de se conceituar organizações criminosas e crime organizado, suas origens e como o assunto é tratado por juristas, autoridades públicas, estudiosos no Brasil e na comunidade internacional. Aborda também dois discursos sobre o tema: o discurso americano e o discurso italiano. Faz menção a legislação brasileira sobre crime organizado e chama a atenção de que na maioria das características apontadas sobre o conceito de organizações criminosas e crime organizado, está presente a relação com o Estado. Demonstra como ponto crucial que as ações do crime organizado têm como engrenagem o capitalismo e sua penetração nos poderes públicos, ou seja, por meio dos benefícios deste complexo sistema econômico e político, é possível tornar as atividades das organizações criminosas bastante lucrativas, principalmente na interação dos mercados financeiros e na administração pública, proporcionando  a lavagem de dinheiro.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.