Educação e a nova perspectiva juvenil em territórios dominados pela violência

Luiz Arthur Conceição

Resumo


A escola tem a necessidade, nesse novo milênio, de se adaptar ao atendimento de jovens que estejam inseridos em áreas de maior vulnerabilidade social. A sociedade passa por um aumento concentrado de desigualdades sociais e de violência, que estão presentes principalmente em populações juvenis marginalizadas. A população jovem inserida em territórios com maior índice de criminalidade tem maiores chances de se envolver com ações criminosas. O sistema educacional público precisa melhor compreender essas áreas de conflitos humanos extremos e os motivos que muitas vezes geram um certo grau de indisciplina no ambiente escolar. Nesse novo contexto, a escola precisa adaptar-se às demandas de jovens “largados” que a sociedade exclui. Algumas ações e programas, tanto do governo federal como de alguns governos estaduais, tentam paliativamente conter ações diretas de violência contra a juventude.  


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.